O Fim da Terra

Publicado: 17 de maio de 2011 em Uncategorized

Todo dia surge um grupo religioso dizendo que em determinado dia o mundo vai acabar, seja por que assim diz o calendário maia, ou por que a biblia diz.

É consenso entre os cientistas que um dia a Terra irá ter o seu fim, e será através de fenomenos relativamente bem conhecidos. Em primeiro lugar temos que diferenciar o que é o fim da Terra (planeta) e o fim da vida humana na Terra. Particularmente eu acho muita prepotencia humana achar que o mundo vai acabar quando não estivermos mais aqui, mas eu compreendo esse pensamento.

Nesse primeiro post vou tratar de um cenários que podem levar ao fim da humanidade, e em outros posts vou falar de mais alguns cenários, bem como de cenários para o fim de toda forma de vida (exceto talvez bactérias) e também o fim do próprio planeta

O primeiro cenário é de uma epidemia global:

O recente surto de gripe suina mostrou quanto o mundo é vulneravel a um surto de alguma doença. Embora a gripe suína tivesse uma mortalidade extremamente baixa (cerca de 0,045%), ela mostra bem como rapidamente um virus pode se espalhar e se esse vírus for “mais potente” (como o ebola que chega a 90%) é possivel que grande parcela da população mundial simplesmente desapareça. A disseminação desse agente patologico é enormemente facilitada pela rapidez com que conseguimos atravessar o planeta hoje, e pela quantidade de gente que o faz diariamente. Vamos fazer um exercicio rapido de calculo, digamos que uma pessoa que está viajando pegue um virus viaja de avião para casa, supondo uma viagem num avião grande, essa pessoa começa a tossir, e os outros 200 passageiros e tripulação acabam adquirindo esse vírus, ao chegar ao destino, essas 200 pessoas entram em contato com, digamos, 1000 no aeroporto, essas 1000 se dividem em diversos voos, infectam mais pessoas e assim sucessivamente, é facil perceber que num periodo de poucos dias muitas pessoas estejam infectadas. Em questão de semanas os hospitais não conseguem mais dar conta dos inumeros casos de doenças, necroterios ficam lotados e bem, corpos começam a não ser enterrados, ficando em casa, aumentando a incidencia de outras doenças relacionadas a falta de higiene, além é claro das mortes que seriam ocasionados por saques e desobendiencia civil.

Entre as soluções para minimizar esses problemas estão o fechamento de rotas de transporte de passageiros e mercadorias que possam alojar os virus, identificação rapida do patogeno, identificação e quarentena das pessoas contaminadas, bem como a criação de uma vacina ou um medicamento eficiente contra a doença. Tudo isso depende de uma ação rapida, coordenada e eficiente de todos os países, e essa é justamente a grande dificuldade.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s